Furgão Caddy ganha a nova identidade da Volks


por ALBERTO POLO JÚNIOR

A Volkswagen segue renovando sua linha de veículos com a nova “cara” da marca. A bola da vez é o furgão Caddy, que na Europa concorre com modelos como Fiat Doblò, Renault Kangoo, Citroën Berlingo e Peugeot Partner. A apresentação acontece no Salão de Paris (França), no fim de setembro.

Todas as versões ganharam controle de estabilidade de série

A plataforma derivada da minivan Touran permanece. A reestilização se concentrou na dianteira, que agora traz os faróis escurecidos separados pela grade em preto característicos dos novos Volkswagen. A traseira exibe lanternas com novo arranjo interno, porém de mesmo formato.

O interior tem painel redesenhado, também em sintonia com os outros modelos. A fileira de bancos traseiros pode ser retirada e aumenta a capacidade de carga para 3.030 litros no caso do Caddy curto. No Caddy Maxi, com chassi alongado, três fileiras de bancos e capacidade para sete passageiros (opcional no curto), podem ser acomodados até 3.880 litros.

Painel e volante seguem o novo padrão da Volkswagen

O controle de estabilidade (ESP) passa a ser de série para toda a linha, inclusive a versão comercial Kombi. Os motores a diesel têm potências de 75, 102, 110 ou 140 cv (cavalos). Já os movidos a gasolina são dois: 1.2 TSi (86 ou 105 cv) ou 2.0 EcoFuel, com 109 cv e alimentado também por gás natural. Conforme o propulsor, há oferta do câmbio automatizado DSG, com duas embreagens e seis ou sete velocidades.

Fonte: Interpress Motor