General Motors ignora crise e abre nova fábrica na China

Publicidade
da Folha Online

A montadora americana GM (General Motors) inaugurou uma nova fábrica na China, mesmo bastante afetada com a crise econômica mundial.

A nova fábrica, que será um dos três pontos no mundo de produção de seu modelo Chevrolet Cruze, já funciona na cidade de Shenyang (província de Liaoning, nordeste) dentro da Xangai GM, a empresa mista que a companhia tem com a Corporação Industrial do Automóvel de Xangai, o principal fabricante chinês.

A unidade de produção contou com um investimento conjunto de 2,67 bilhões de iuanes (US$ 390 milhões) e terá capacidade de produzir até 150 mil unidades por ano quando estiver em pleno funcionamento, no segundo trimestre de 2009.

“A abertura desta fábrica é parte da vontade atual da GM de aumentar nossas operações na China”, disse o presidente da montadora para a China, Kevin Wale. “A GM não desacelerará seu desenvolvimento na China, mesmo nesse momento difícil do setor.”

A GM, junto com Ford e Chrysler, sofre com a queda nas vendas e os prejuízos nos Estados Unidos. Juntas, as montadoras são responsáveis por cerca de 250 mil empregos diretos no país.

Na sexta-feira passada, a GM, uma das empresas que seria beneficiada pela ajuda, anunciou que vai interromper temporariamente 30% de sua produção na América do Norte em resposta à “rápida deterioração das condições do mercado”.

A montadora viu suas vendas caírem 41% no mês de novembro, enquanto a queda total nas vendas de carros nos Estados Unidos foi de 26%.

A interrupção temporária vai afetar 14 fábricas da empresa nos Estados Unidos, assim como três no Canadá e três no México, o que deve reduzir a produção em cerca de 250 mil veículos nos primeiros três meses de 2009.

Com agências internacionais

Fonte: Folha online