Ghosn continua na presidência da Renault


O brasileiro Carlos Ghosn ficará mais quatro anos à frente da Renault. A renovação foi acertada durante o encontro anual dos acionistas da empresa. Cerca de 85% dos votantes foram a favor da permanência do executivo no cargo.

Ghosn assumiu a posição no grupo francês em 2005, após liderar resultados positivos com a japonesa Nissan, empresa na qual é presidente desde 2001.

O executivo já indicou que o planejamento da companhia para os próximos anos, a ser divulgado no fim de 2010, terá como um dos focos os veículos elétricos, que também serão desenvolvidos nos mercados emergentes.

Um dos principais desafios do executivo será lidar com o fim dos benefícios dos governos na Europa, que incentivaram a compra carros durante o período de crise. A montadora já adiantou que espera que 2010 seja um ano difícil para o setor automotivo.

Fonte: Automotive Business