GM acusa perda líquida de quase US$ 31 bilhões em 2008

Da AFP

A montadora automobilística americana General Motors registrou prejuízo líquido de quase US$ 31 bilhões em 2008 depois de uma perda de mais de US$ 43 bilhões em 2007, de acordo com os resultados preliminares divulgados nesta quinta-feira pelo grupo.

O construtor de Detroit, que está tentando obter uma ampliação da ajuda concedida por Washington, indicou ainda que o ambiente econômico e do mercado automobilístico deve continuar difícil este ano, segundo um comunicado.

As perdas foram mais pesadas que o esperado pelos analistas no acumulado do ano e no quarto trimestre, período no qual o grupo, em reestruturação permanente desde o fim de 2005, intensificou suas medidas de redirecionamento e enfrentou uma degradação do ambiente econômico.

O prejuízo líquido de 2008 foi de US$ 30,9 bilhões, mas cai para US$ 16,8 bilhões se não forem considerados inúmeros encargos extras, que a GM não detalhou. Por ação e fora os elementos extras, medida de referência dos analistas, a perda anual foi de US$ 29 bilhões.

No quarto trimestre, a GM registrou prejuízo líquido de US$ 9,6 bilhões, contra uma queda de US$ 1,5 bilhão um ano antes. Fora os elementos extras, esta perda fica em US$ 5,9 bilhões, ou seja US$ 9,65 por ação. O mercado esperava uma perda por ação de US$ 7,40 no trimestre e de US$ 26,94 em um ano.

A GM registrou um faturamento também bem menor que o esperado, com rendas de US$ 149 bilhões em 2008, contra os US$ 152,6 bilhões previstos.

Fonte: Diário do Grande ABC