GM faz na Europa acordo para fechar fábrica belga


da Redação

A General Motors, detentora das marcas Opel e Vauxhall na Europa, fez um acordo com sindicalistas para fechar a fábrica de Antuérpia, na Bélgica. Em janeiro a GM havia anunciado que encerraria as atividades na fábrica, que tem capacidade de produção de 120 mil unidades mensais, como parte de uma reestruturação. A ideia era reduzir a capacidade europeia em um quinto para auxiliar a Opel a voltar a ter operações lucrativas no prazo de dois anos.

Sindicatos que se opunham ao fechamento aceitaram nestes domingo (18) um pacote de compensações para 2.560 trabalhadores, segundo um porta-voz da fábrica relatou à agência de notícias alemã Deutsche Presse-Agentur. Nesta terça (20), os trabalhadores vão votar se aceitam ou não o acordo, que inclui a oferta de até 144 mil euros de indenização.

A GM ainda deve procurar um investidor estrangeiro para assumir a unidade fabril e manter em linha ao modelos Astra (de duas portas) e Astra conversível. Se ninguém se interessar pela operação até 30 de setembro, a fábrica deverá ser mesmo fechada até o final do ano. Klaus Franz, líder do sindicato, diz ainda que um importante obstáculo que impede a reestruturação da GM europeia será removido se os trabalhadores aceitarem o acordo.

A GM planeja eliminar 8.300 dos 48 mil trabalhadores e buscar até 2 bilhões de euros em garantias de empréstimo de cinco governos europeus para garantir o plano de recuperação.

O governo britânico já prometeu 300 milhões de euros. À Alemanha, onde a Opel e a maioria dos seus trabalhadores estão instalados, está sendo solicitada a maior parte – 1,3 bilhões de euros. A decisão sobre esse auxílio ainda não foi tomada.

Fonte: Interpress Motor