GM investirá mais € 1,4 bilhão na Opel


O executivo-chefe da Adam Opel, Nick Reilly, disse nesta quarta-feira, 16, que sua controladora General Motors planeja fornecer um financiamento adicional de € 1,4 bilhão à companhia, depois de decidir financiar a reestruturação de suas operações europeias por conta própria. Em março, a GM já havia prometido fornecer € 1,9 bilhão para a reestruturação da Opel.

O ministro da Economia da Alemanha, Rainer Brüderle, saudou a decisão da GM de não procurar ajuda estatal. “Eu acho que minha avaliação se confirmou: a General Motors tem capital para a reestruturação da Opel”, afirmou. Brüderle era um oponente de longa data da tentativa da GM de obter € 1,1 bilhão em garantias de empréstimos do governo da Alemanha. Na semana passada, ele rejeitou formalmente o pedido da fabricante de carros.

Segundo ele, a requisição não preenchia as exigências de um fundo especial para empresas prejudicadas pela crise financeira, do qual a GM estava procurando o auxílio, e a empresa parecia estar estável o suficiente para pagar pela reestruturação por conta própria.

O ministro acrescentou que os recentes lucros da GM e o plano de realizar uma oferta pública de ações ainda este ano mostram que a empresa poderia lidar com a reestruturação da Opel com seu próprio capital. “A empresa norte-americana controladora está agora assumindo a responsabilidade pela sua subsidiária europeia”, disse. “Agora posições competitivas e empregos podem ser garantidos. A Opel tem um futuro, se a GM não arriscar suas chances”. As informações são da Dow Jones.

Fonte: Álvaro Campos, Agência Estado.

Fonte: Automotive Business