GM quer mais postos vendendo álcool nos EUA


A General Motors quer ver mais postos de abastecimento vendendo etanol nos Estados Unidos. O vice-diretor de operações globais de produto da empresa, Tom Stephens, declarou na última semana que de nada adianta produzir carros flexíveis, capazes de utilizar o combustível biológico, se o consumidor enfrenta dificuldades para encontrá-lo.
Até 2012, a metade da linha de veículos da GM vendida nos Estados Unidos poderá utilizar o E85, a mistura de 85% de álcool e 15% de gasolina adotada no país. Os carros flexíveis americanos não usam tanque auxiliar para dar a partida e, por isso, o combustível tem gasolina adicionada, diferentemente do que ocorre no Brasil.

Até o final de janeiro, apenas 2.246 postos de combustíveis ofereciam o E85 nos EUA. O preço médio do etanol era de R$ 1,075 por litro (consideravelmente mais baixo do que no Brasil), mas apenas em 10 estados seu uso era vantajoso, ficando mais de 15% abaixo do da gasolina (R$ 1,28 por litro, em média). Coincidentemente, dois terços dos postos que oferecem E85 estão concentrados nesses 10 estados.

JM

Fonte: Auto Estrada