GM renova contratos e confirma investimentos

Com o reaquecimento do mercado de automóveis uma parte dos 1.633 trabalhadores da General Motors que estavam para ser dispensados podem ter o contrato renovado. Foi o que afirmou Jaime Ardilla, presidente da GM para o Mercosul, a jornalista Marli Olmos, do Valor. O grupo constituía o terceiro turno aberto em São Caetano do Sul em abril do ano passado.

Segundo a jornalista, Ardila acompanha as vendas de veículos diariamente. Do início de janeiro até quarta-feira foram licenciados no Brasil 337,1 mil veículos. Isso representa um avanço de 8,4% na comparação com idêntico período em 2008. O executivo, no entanto, estima que haverá uma retração de 15% nas vendas de veículos este ano, em relação ao ano passado.

Ardila disse também a Cleide Silva, do Estadão, que as operações da corporação na América do Sul estão excluídas do plano de cortar 47 mil empregos em todo o mundo. A única medida que atinge a filial diz respeito ao próprio Ardila, que terá o salário reduzido em 10%.

A General Motors confirma que todos os projetos no Brasil estão mantidos, incluindo o investimento já anunciado de US$ 1,5 bilhão. Outro pacote de US$ 1 bilhão vem sendo negociado com a matriz.
Fonte: Automotive Business