Governo dos EUA quer ajudar as montadoras

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, confirmou ontem que o governo oferecerá auxílio adicional às montadoras, mas quer mudanças drásticas e dolorosas no setor. Ele admitiu que a medida não é popular, mas sente-se na obrigação de evitar o colapso de empresas automotivas e encontrar uma solução para sua sobrevivência.

A GM recebeu do Tesouro norte-americano R$ 13,4 bilhões e pede mais US$ 16 bilhões. A Chrysler obteve US$ 4 bilhões e precisa de mais US$ 5 bilhões para garantir seu fluxo de caixa. No dia 31 de março as duas companhias deverão apresentar planos de reestruturação convincentes para continuarem recebendo ajuda do governo.

Fonte: Automotive Business