Honda CR-Z é eleito o Carro do Ano do Japão


Carsale – O cupê híbrido Honda CR-Z foi eleito o Carro do Ano do Japão 2010-2011. O anúncio dos vencedores foi feito nesta terça-feira (9) pelo comitê organizador da premiação. A Honda é a maior vencedora do prêmio, com 11 títulos desde o início da década de 1980. O CR-Z, que é vendido no mercado japonês desde fevereiro deste ano e foi uma das atrações da Honda no Salão do Automóvel de São Paulo, é equipado com um motor de quatro cilindros, a gasolina, associado a um gerador elétrico de 10 kW, o equivalente a 14 cv. Disponível também na Europa e nos Estados Unidos desde meados deste ano, o CR-Z exibe dimensões compactas. Ele mede 4,08 metros de comprimento, 1,74 m de largura, 1,39 m de altura, e 2,43 m de distância entreeixos.

Com a vitória de seu cupê, a Honda volta a erguer o troféu Carro do Ano após dois anos, pois nas duas edições anteriores – 2008-2009 e 2009-2010 – a Toyota foi vencedora, com o pequeno iQ e a versão renovada do híbrido Prius, respectivamente, – neste caso, após uma disputa acirrada com o também híbrido Insight, da Honda. O CR-Z foi eleito por um júri formado por cerca de 60 jornalistas, a maioria deles japoneses. Os jurados destacaram a capacidade do híbrido da Honda de equilibrar o prazer da condução com economia de combustível. Eles também observaram que a Honda conseguiu agregar vários equipamentos tecnológicos em uma única plataforma.

Após receber o prêmio, o presidente da Honda, Takanobu Ito, declarou em nota distribuída à imprensa: “Estamos muito orgulhosos de o CR-Z ter sido escolhido o Carro do Ano do Japão 2010-2011, diante de tantos concorrentes fortes. Este prêmio mostra que o público aceitou a aspiração da Honda de oferecer um bom desempenho ambiental em um carro híbrido divertido de guiar e por um preço acessível. Nós também acreditamos que esse prêmio reflete o verdadeiro valor dos esforços combinados de nossos parceiros comerciais e de tantos outros que apoiaram o desenvolvimento e a produção do CR-Z”.

O vencedor da categoria Carro Importado do Ano do Japão foi o Volkswagen Polo. Essa é a segunda vez consecutiva que a VW vence o prêmio. No ano passado, o médio Golf foi o eleito. Desde o surgimento do prêmio Carro do Ano do Japão, em 1980, a Honda sagrou-se vencedora de 11 edições, sendo em quatro delas com o sedã médio Civic e em outras três com o sedã grande Accord. A Toyota é a segunda marca com mais títulos, com oito no total. A Mitsubishi vem em seguida com quatro prêmios. A Mazda e a Nissan seguem empatadas com três cada uma. A Subaru venceu a edição 2003-2004, com o Legacy, e a Lexus, divisão de luxo da Toyota, venceu a edição 2006-2007, com o sedã LS.

Fonte: Carsale