Honda lança veículo movido a hidrogênio com 750 km de autonomia

 Clarity Fuel Cell converte o gás em energia elétrica. Inicialmente terá 200 unidades produzidas apenas para o JapãoPor Alessandro ReisEm tempos de carros “verdes”, que precisam emitir cada vez menos poluentes para atender à legislação ambiental, os modelos híbridos e sobretudo os elétricos têm se destacado no setor automotivo, embora ainda sejam minoria na comparação com os veículos convencionais, movidos a motor a combustão.Mas essa nova fase de automóveis sustentáveis não está restrita a essas tecnologias. Aos poucos, montadoras, especialmente as japonesas, têm aumentado o investimento para desenvolver sistemas de propulsão baseados em célula de combustível, solução ainda cara, mas que promete ficar mais em conta no futuro, à medida que for se popularizando.Esses carros, na verdade, usam motor elétrico para rodar, mas são abastecidos com hidrogênio – o gás, armazenado em um tanque sob alta pressão, passa por processos físico-químicos para gerar a eletricidade necessária para rodar. Esse é o caso do novo Honda Clarity Fuel Cell, exibido como protótipo em salões automotivos e que nesta semana começa a ser vendido no Japão.Modelo tem capacidade para cinco ocupantesDe acordo com a Honda, o Clarity traz um trem de força extremamente compacto e oferece autonomia de impressionantes 750 km com um abastecimento completo do reservatório de hidrogênio, que é realizado em cerca de três minutos em alguns poucos postos adaptados no território japonês.Segundo a fabricante, a autonomia informada é 30% maior na comparação com o Honda anterior com célula de combustível. Inicialmente, o novo Clarity Fuel Cell terá apenas 200 unidades produzidas emTakanezawa, exclusivamente para o mercado japonês, mas seu lançamento na Europa e nos Estados Unidos está em avaliação e poderá acontecer, dependendo da demanda.Além da grande autonomia e da emissão zero de poluentes, o novo automóvel da Honda pode abastecer uma casa com família de porte médio durante cerca de sete dias, associado a um “dispositivo portátil de energia externa”. A potência do motor elétrico é de 130 KW aproximadamente 177 cv.O preço sugerido do modelo no Japão corresponde a US$ 67 mil cerca de R$ 240 mil na conversão direta.   
Fonte: Auto Estrada