Hyundai revela fotos e dados oficiais de seu anti-Classe S, o Equus


Terceira geração do supersedã finalmente adota tração traseira e pode ter motor 5,5-litros com compressor

Texto: Gustavo Henrique Ruffo
Fotos: Divulgação

A Hyundai chegou a objetivo, o que não significa que a empresa não consiga se manter ali ou superá-lo, estabelecendo metas ainda mais ambiciosas. Ela planejava desafiar Mercedes-Benz, BMW, Jaguar e Lexus no campo dos adversários, o do luxo, e parece ter conseguido isso com o novo Equus, um sedã grande com tração traseira que vai tirar o sono de muita gente.

Equipado com dois motores, o Lambda, um V6 de 3,8 litros, 290 cv e 358 Nm, e o Tau, um V8 de 4,6 litros, 366 cv e 439 Nm, ele foi pensado inclusive para ter a distribuição de peso ideal em um sedã grande de tração traseira, ou seja, 52% atrás (para as rodas terem mais tração) e 48% na frente. Cogita-se inclusive a adoção de mais dois motores V8, um 5 litros de mais de 420 cv, com injeção direta de combustível e desativação de cilindros, para maior economia de combustível, e um 5,5 litros com compressor, com potência acima dos 500 cv.

Com 5,16 m de comprimento, 1,90 m de largura e 1,50 m de altura, o sedã ainda não teve seu entreeixos revelado, mas é fácil perceber que ele passa dos 3 m. Suspensão a ar, aviso sobre mudança de faixa, controle de estabilidade, retrator eletrônico de cintos de segurança (diferente dos pré-tensionadores por poder funcionar mais de uma vez e de forma inteligente), sistema de entretenimento e navegação com tela de 3,5 polegadas e três opções de acabamento em madeira fazem do Equus um veículo dos mais completos em seu segmento.

Tanto é assim que a Hyundai já pensa em exportar o veículo para os EUA e para a Europa. O prazo para isso é 2011 ou 2012, necessário, segundo a marca, para realizar todos os preparativos necessários, mas, na Coréia do Sul, o carro já estará à venda em março.

Fonte: Webmotors