Importados registram queda de 22,6% em maio

 A Abeiva ? Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores informa que os dados de emplacamento de automóveis importados em maio registrou queda de 22,6% 9.586 unidades em relação ao mesmo mês de 2012 12.387. No acumulado de cinco meses, a entidade registra queda de 24,9% com 44.900 unidades em 2013 ante os 59.764 do período correspondente de 2012.

O mercado interno ? emplacamento total de automóveis no Brasil ?, por sua vez, registrou crescimento de 9,5% em maio ante o mesmo período do ano passado. Foram registradas 300.614 unidades emplacadas contra 274.492 em maio de 2012. No acumulado, o mercado total assinala crescimento de 8,7%: 1.405.027 unidades contra 1.292.034 unidades.

Os emplacamentos realizados pelas marcas importadas oficialmente em maio, de 9.586 unidades, também apresentaram queda, de 13,6%, se comparados com o mês de abril último 11.097 unidades. “Constatamos que parte significativa de nossas associadas não pôde contar com vários modelos, indisponíveis no estoque. A partir de junho, porém, a disponibilidade de produtos deve ser regularizada”, explica Marcel Visconde, vice-presidente da Abeiva.

Na avaliação de Marcel Visconde, vice-presidente da Abeiva, o cenário mercadológico para o setor oficial de veículos importados é de desalento. “Em abril, nosso market share era de 3,5%. Agora em maio, caiu para 3,19%. E, no acumulado, nos cinco primeiros meses de 2012 significávamos 4,63% e, este ano, caímos para 3,20%”, explica.

“Podemos antecipar que as associadas à Abeiva não terão chances de chegar a 150 mil unidades, anunciadas no início do ano para o exercício de 2013”, enfatiza Visconde. “Agora, esperamos ao menos repetir o desempenho de 2012, ano em que comercializamos cerca de 130 mil unidades, considerando as cotas de importação já confirmadas para as marcas habilitadas no Programa Inovar-Auto, e as importações extra-cotas”, conclui.

Ricardo Panessa

Fonte: Auto Estrada