GM anuncia novos compactos para América do Sul e China

GM anuncia novos compactos para América do Sul e China

A General Motors anunciou nos EUA o lançamento de uma nova família global de carros compactos que atuará diretamente nos mercados da América do Sul e China. Serão ao todo cinco tipos de carroceria e oito variações locais, sendo que parte dos produtos será vendida com a marca Buick no mercado chinês.

A montadora americana espera ter 75% do portfólio localizado na América do Sul com a nova gama, enquanto a China terá somente 20% de seus modelos sob a nova família. Isso corresponderá inicialmente a um em cada dez carros da GM no mundo, por volta de 2002, ampliando essa participação para cinco carros em cada dez no ano de 2023.

Na nova família de carros compactos, de projeto GEM, a GM pretende lançar variantes sedã e SUV, entre as demais que aparecerão. Com estreia a partir de março na China, a linha de modelos será revelada completamente nos 13 meses seguintes, finalizando assim em abril de 2019.

Dessa nova gama, a América do Sul (entende-se por produção no Brasil), devemos esperar hatch, sedã, minivan, SUV compacto e picape. Assim, a linha basicamente deverá ser Onix, Prisma, Spin, Tracker e a picape que encerrará a carreira da Montana, ficando abaixo da S10 e concorrendo direto com a Fiat Toro.

Nesse grupo, o primeiro a ser revelado pela GM parece ser o Tracker, em uma imagem oficial, onde o carro está bem sombreado na parte inferior, mas revelando ser de fato um utilitário esportivo. Aqui, Onix e Prisma devem começar a carreira da GEM, enquanto a Spin deve ser a última a aparecer, já que foi renovada recentemente.

GM anuncia novos compactos para América do Sul e China

O interessante do anúncio da GM é que serão cinco tipos de carroceria e não cinco modelos básicos. Ou seja, podemos ver aí mais de um produto por categoria, totalizando oito, um número que já estava sendo ventilado há algum tempo. Na China, pelo menos, a SAIC-GM terá Onix, Onix Sedan, Monza e obviamente um equivalente da SR-V, que é uma equivalente local da Spin.

Isso sem contar o Tracker, que estará nos dois lados do mundo também. No caso da Buick, pelo menos os modelos Excelle e sua variante perua podem estar incluídos na lista, aumentando a variação de produtos no lado chinês. Aqui, o que poderíamos ter, além dos cinco modelos mais cogitados?

Uma picape leve como a Montana poderia ser uma dessas opções, ficando a nova como intermediária. Assim, também um crossover abaixo do Tracker seria viável comercialmente. O fim do Cobalt pode não significar a ausência de um sedã de volume na região, podendo surgir outro modelo em seu lugar, maior que o Prisma (Onix Sedan) e abaixo do Cruze. Outra possibilidade é um carro de entrada, abaixo do novo Onix.

Ou seja, com oito variações de cinco tipos de carroceria, a GM terá um bom portfólio de produtos na América do Sul, todos se beneficiando dos novos motores turbinados 1.0 e 1.3. A partir de março, então teremos uma maratona mensal de lançamentos e uma mudança completa da gama da Chevrolet na região. É bom continuarmos de olho na China…

© Noticias Automotivas. A notícia GM anuncia novos compactos para América do Sul e China é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.