nanoFlowcell: encomenda de 3,1 bilhões de euros em 25,5 mil carros

nanoFlowcell: encomenda de 3,1 bilhões de euros em 25,5 mil carros

A startup suíça nanoFlowcell anunciou um mega pedido para seus carros elétricos alimentados por baterias de fluxo. Embora não mencione o cliente corporativo, a empresa muito provavelmente recebeu um aporte vindo da China. A empresa apenas diz que é um consórcio internacional. São 25,5 mil carros a serem entregues a partir de 2020, totalizando um montante de 3,1 bilhões de euros.

Ou seja, um pedido tão grande não poderia vir de outro lugar, senão da China. O que impressiona é que a produção dos carros nem começou, visto que ainda não existe uma fábrica, mas já existem clientes que estão de olho na tecnologia desenvolvida pela nanoFlowcell, que dispensou o uso de baterias de lítio comuns.

nanoFlowcell: encomenda de 3,1 bilhões de euros em 25,5 mil carros

Em seu lugar, a nanoFlowcell desenvolveu um novo tipo de bateria que possui dois eletrólitos líquidos compostos em um produto que é chamado de bi-íon. Segundo a empresa, esse líquido é inofensivo ao ser humano e pode ser manipulado sem restrições de segurança. Não-inflamável, o produto é armazenado dentro de um tanque a bordo do carro e atua através de uma reação química em células de bateria.

De acordo com a nanoFlowcell, sua bateria de fluxo permite armazenar 20 vezes mais energia e num tempo de recarga muito inferior que as baterias de lítio comuns. Com isso, o Quant 48Volt – superesportivo da marca suíça, pode percorrer 1.000 km sem reabastecer. Aliás, este bólido teve 500 pedidos, mas cada exemplar custa nada menos que 3 milhões de euros. Ele alcança 200 km/h e vai de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos.

nanoFlowcell: encomenda de 3,1 bilhões de euros em 25,5 mil carros

Mas, o Quant 48Volt – que utiliza quatro motores elétricos de 770 cavalos – é apenas a ponta do iceberg para a nanoFlowcell, visto que é o crossover Quantino será o verdadeiro best seller, visto que os restantes 25.000 pedidos são deste modelo. Em seu caso, o tanque de líquido eletrolítico chega a 350 litros. Como se trata de um carro de frota, os tanques de reabastecimento ficarão na sede ou filiais da companhia.

No caso do Quant 48Volt, a entrega será feita a clientes particulares, que terão uma estrutura de armazenamento e abastecimento doméstica. Afinal, custando 3 milhões de euros, algo assim não poderia ser diferente. A nanoFlowcell espera construir a planta de produção de componentes em CKD para enviar aos destinos para montagem final, assim como abrir um novo centro de pesquisa e desenvolvimento. O montante financiará também a produção do bi-íon, fundamental para o processo nas células de fluxo.

Nunzio La Vecchia, diretor da empresa, diz: “Acredito que uma ordem antecipada desta magnitude é sem precedentes na história da indústria automotiva – particularmente antes mesmo da produção real ter começado”.

© Noticias Automotivas. A notícia nanoFlowcell: encomenda de 3,1 bilhões de euros em 25,5 mil carros é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.