Já está na hora de trocar as pastilhas de freio do seu carro? Descubra agora!

Você sabe se já está na hora de substituir as pastilhas de freio do seu carro? Essa é uma dúvida comum para muitos motoristas. Para ajudar a sanar as questões relacionadas a esse item que é responsável por 70% do poder de frenagem do carro, fique ligado nas dicas abaixo fornecidas pelo Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

A primeira informação que você precisa saber é que alguns veículos possuem dispositivos que podem indicar o nível de desgaste que as pastilhas já sofreram. Um dos tipos de tecnologia é eletrônica, e funciona da seguinte forma: a pastilha possui um sensor que acenderá uma luz amarela de manutenção no painel quando atingir o nível máximo de desgaste.

As pastilhas de freio são responsáveis por 70% do poder de frenagem do veículo. Geralmente estão na dianteira do automóvel e fazem parte do conjunto de freio a disco.

Outro sistema que funciona como alerta é o batente metálico. Quando chegar ao nível máximo de desgaste, o batente em contato com o disco de freio vai produzir um ruído específico, alertando que já está na hora de trocar a pastilha.

Mas e se o seu carro não contar com esses dispositivos? Nesse caso, é possível verificar visualmente o nível de desgaste da espessura do material de atrito da pastilha. A recomendação é que ele não seja inferior a 2 milímetros das partes metálicas.

Se mesmo assim não foi possível ter certeza da proporção do desgaste, então leve o veículo a uma oficina especializada. É recomendado fazer a checagem das pastilhas a cada 5.000 km ou de acordo com os prazos de revisão estipulados pelo fabricante no manual do veículo.

Vale ressaltar que o período de substituição das pastilhas pode variar de acordo com o modo de utilização do freio. Caso você note alguma irregularidade durante a frenagem, como trepidação no pedal de freio, curso longo do pedal, ruído ou frenagem deficiente, fique atento, pois esses sinais podem indicar problemas no freio. 

Confira abaixo três dicas importantes na hora da manutenção das pastilhas:

  • Utilizar sempre pastilhas originais. Pastilhas de marcas paralelas podem ter qualidade inferior e ser incompatíveis com o modelo do seu carro;
  • Substituir as pastilhas sempre por eixo, ou seja, trocar o par de pastilhas dos dois lados, para não causar desestabilização na hora da frenagem. Geralmente o jogo de pastilhas é fornecido com quatro componentes;
  • Verificar o empenamento do disco e retificar ou substituir se necessário, para não causar trepidações no pedal de freio e desgaste irregular das pastilhas novas.

Imagens: Divulgação

O post Já está na hora de trocar as pastilhas de freio do seu carro? Descubra agora! apareceu primeiro em Carsale.