Jetta Variant – a volta das stations


Na Europa e Estados Unidos, o interesse pelas stations parece ser uma tendência crescente no mercado automotivo. Depois de um longo período em que foram colocadas em segundo plano, primeiro pela onda das minivans e, em seguida, pelos utilitários esportivos, elas estão tendo sua praticidade esportiva redescoberta e conquistando novos consumidores.
A Volkswagen está lançando a nova versão da dinâmica Jetta Variant, uma perua (era assim que as stations eram chamadas antigamente) com comportamento nitidamente esportivo. Com motor de cinco cilindros e 2,5 litros e 170 cv, associado a um câmbio automático de seis marchas, ela proporciona uma ótima experiência ao dirigir.

A nova Jetta Variant é fabricada no México, visando o mercado norte-americano, e chega ao Brasil sem imposto de importação. Apesar disso, por ser taxada de forma idêntica aos carros nacionais, ela acaba custando cerca de R$ 84 mil reais, um preço que restringe bastante suas vendas. Mesmo assim, representa uma alternativa interessante para quem quer ter um carro que se destaque um pouco da paisagem povoada da mesmice dos jipões de luxo e seus genéricos.

Fonte: Auto Estrada