Juro médio do empréstimo pessoal é o maior desde 1999, diz Procon

Taxa média verificada em dez bancos ficou em 6,25% ao mês.

Agência O Globo – 10/12/2008 – 09h28

SÃO PAULO – Os juros do empréstimo pessoal e do cheque especial para pessoa física ficaram mais altos em dezembro, segundo pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP em alguns dos principais bancos do país.

Para o empréstimo pessoal, a taxa média ficou em 6,25% ao mês – a maior desde março de 1999, quando alcançou 6,77%. Foi o terceiro mês consecutivo de taxa superior a 6%. Em outubro, a taxa foi de 6,15% ao mês.

Segundo a Fundação Procon, que pesquisou preços de dez bancos do Brasil, foram verificadas altas nas taxas de empréstimo pessoal do Santander (de 6,00% para 6,69%) e do Unibanco (de 6,59% para 6,99%). A única queda verificada partiu do HSBC, que alterou sua taxa de 4,85% para 4,83% a.m.

Cheque especial

A taxa média de juros cobrada no cheque especial também aumentou de novembro para dezembro, passando de 9,24% para 9,33% ao mês – a maior taxa média desde junho de 2003, quando ficou em 9,43%.

O Procon verificou altas nas taxas de três instituições: Unibanco (de 8,59% para 8,99%), HSBC (de 9,25% para 9,65%) e Santander (de 9,70% para 9,85%).

As dez instituições financeiras pesquisadas foram Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Nossa Caixa, Real, Safra, Santander e Unibanco.

Fonte: Diário do Comércio