Juros sobem e caem os financiamentos

O levantamento da Anef (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras) aponta aumento de 31,6% das carteiras de CDC (Crédito Direto ao Consumidor) e Leasing no mês de outubro em comparação ao mesmo período de 2007. Ambas somaram R$ 136,6 bilhões. Já se comparadas ao mês anterior, as carteiras apresentaram leve retração de 0,7%, resultado de queda de 3% no saldo do CDC e aumento de 2,7% da carteira de Leasing. Em relação ao mês de outubro do ano passado, a carteira de CDC aumentou 3,6%, de R$ 78 bilhões para R$ 80,8 bilhões, e a de Leasing 116,3%, saltando de R$ 25,8 bilhões para R$ 55,8 bilhões. “Com a mudança dos critérios para aprovação do crédito, reduzindo o número de prestações e elevando o montante relacionado à entrada dos financiamentos, há uma alocação menor de recursos, resultando nesta retração da carteira. Portanto, os recentes acordos com os governos federal e estadual, se levados a efeito, adicionados ao restabelecimento gradual dos níveis de confiança do público consumidor, devem auxiliar na recuperação do mercado”, afirma Luiz Montenegro, presidente da Anef. Os planos máximos ofertados em outubro foram de 60 meses, com média de 40 meses. No mesmo período de 2007, os planos máximos registrados eram de 84 meses, com média de 42 meses. “A redução dos planos máximos ofertados pelas financeiras é uma acomodação natural do mercado, já que em 2007 experimentamos pela primeira vez a possibilidade de financiarmos veículos com prazos tão longos. Prova disso é a pequena alteração dos planos médios no período”, acrescenta o presidente. As taxas de juros no mês de outubro ficaram em 1,86% a.m. e 24,75% a.a. No mesmo período de 2007 as taxas estavam em 1,5% a.m. e 19,56% a.a. Já em setembro de 2008, a Anef registrou juros de 1,78% a.m. e 23,58% a.a.

Fonte: AutoZ News (04/12/2008)