Justiça abre processo contra a Volks por fraude em testes de emissões

 Montadora tem dez dias para prestar esclarecimentos sobre software ilegal instalado em cerca de 17 mil unidades da AmarokPor Alessandro ReisPor meio do DPDC Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, o Ministério da Justiça abriu processo administrativo contra a Volkswagen do Brasil, que pode ter de pagar uma multa de R$ 8,5 milhões. O processo é motivado pela instalação de um software que frauda testes de emissões de poluentes em motores a diesel – no caso do Brasil, a iregularidade afetou cerca de 17 mil unidades da picape Amarok, que deverão passar por um recall em 2016 para corrigir o problema.Ao todo, fraude afetou cerca de 11 milhões de veículos em diferentes mercadosEstima-se que a fraude afetou ao todo aproximadamente 11 milhões de veículos em diferentes mercados, não só da Volks, mas de outras marcas do conglomerado automotivo, como a Audi. A Volkswagen já foi multada pelo Ibama e pelo Procon em valores que, somados, chegam a R$ 58,3 milhões.O processo administrativo aberto pelo DPDC pede à montadora esclarecimentos e detalhes sobre a realização do recall. A VW, que ainda não se pronunciou sobre a notificação, tem dez dias para responder às solicitações.
Fonte: Auto Estrada