Lamborghini traz carro de R$ 2,6 mi

                                             Das 900 unidades produzidas do novo Lamborghini Aventador, substituto do Murciélago, cinco terão o Brasil como destino – uma delas já foi vendida

Cleide Silva – O Estado de S.Paulo
Mais um supercarro chega ao mercado brasileiro para disputar o restrito segmento de alto luxo, o de modelos esportivos que custam acima de R$ 1 milhão.
Lamborghini Aventador foi apresentado em março, no Salão de Genebra
O Lamborghini Aventador, apresentado no Salão do Automóvel de Genebra em março, tem produção prevista de 900 unidades este ano, das quais cinco virão para o Brasil. Uma delas já está vendida, por preço estimado de R$ 2,6 milhões.

Do ano passado até agora foram vendidos mais de 80 veículos da categoria dos esportivos de luxo. Só da Lamborghini foram 18 unidades do modelo Gallardo, com versões que custam entre R$ 1,4 milhão e R$ 1,6 milhão. A previsão para este ano é de comercializar 20 a 25 unidades, informa Jaroslav Sussland, diretor de relações internacionais da marca, importada oficialmente pelo Grupo Via Italia.

O mesmo grupo representa a Ferrari, que vendeu 41 veículos no ano passado e nove no primeiro trimestre deste ano, com preços entre R$ 1,38 milhão e R$ 1,9 milhão.

Em nove meses de atuação no mercado brasileiro, a Aston Martin comercializou 40 veículos, dos quais 11 do modelo DBS, por R$ 1,25 milhão a R$ 1,45 milhão. Já dos 30 modelos da Bentley vendidos a partir de março do ano passado, quatro são do Supersports, que custa R$ 1,15 milhão.

O grupo Platinuss, importador das marcas Spyker e Pagani, vendeu uma unidade no ano passado do Spyker C8 (R$ 1,1 milhão), mas não conseguiu achar compradores para os modelos Zonda, da Pagani, cujos preços são os mais salgados entre as marcas que operam no País – de R$ 4,25 milhões a R$ 8,8 milhões.

Produção vendida. Segundo Sussland, as cinco unidades do Aventador devem começar a chegar ao País entre agosto e setembro. Uma já está reservada e as outras quatro estão sendo negociadas. Para 2012, o grupo brasileiro já encomendou mais sete unidades.

“Toda a produção para os próximos 13 meses já está vendida”, informa Sussland. No início do mês, quando a fábrica italiana iniciou a produção em série do modelo, ele e o diretor comercial da Lamborghini São Paulo, Ricardo Briz Casado, estiveram na Itália para testá-lo.

Substituto do Murciélago, que deixou de ser produzido em abril do ano passado, o Aventador, apesar de ser um superesportivo, com potente motor V12, tem características de um carro de passeio, diz Sussland.

“O interior é confortável, a dirigibilidade é muito boa e qualquer um pode dirigir, não só as pessoas que gostam da esportividade”, afirma o executivo.

O carro é todo feito em fibra de carbono, o que lhe garante uma estrutura leve, e a suspensão é similar à dos carros da Fórmula 1. A manutenção e serviços serão acompanhados on line pela fábrica, informa o executivo.

Aventador, segundo a empresa, é o nome de um touro que em outubro de 1993 ganhou o mais importante prêmio da tourada espanhola na cidade de Zaragoza, por sua coragem considerada excepcional.

A Via Italia promete uma festa para apresentar o novo modelo Lamborghini em São Paulo. Mas os potenciais compradores do modelo – de uma lista formada por cerca de mil pessoas -, vão ver o Aventador em momento privado e poderão até dirigi-lo.

Fonte: O Estado de São Paulo