Ford Endeavour 2019 adota EcoBlue 2.0 com 180 ou 215 cavalos

Ford Endeavour 2019 adota EcoBlue 2.0 com 180 ou 215 cavalos

O Ford Endeavour (também chamado Everest, como nas fotos) é um SUV derivado da picape Ranger e que faz sucesso nos mercados do Sudeste Asiático, Oceania e Índia. Neste último, o utilitário esportivo com tração 4×4 deu uma tacada para derrubar dois pássaros, que no caso são os motores mais antigos 2.2 de 160 cavalos e 3.2 de cinco cilindros com 200 cavalos.

O substituto da dupla, que no Brasil é usado tanto pela picape média Ranger quanto pelo jipe Troller T4, é o novo motor EcoBlue 2.0 de quatro cilindros, que no caso indiano entrega 180 cavalos e 42,6 kgfm, além de uma versão mais potente com 215 cavalos e 50,8 kgfm. Note que esta última configuração é semelhante ao da Ranger Raptor, feita na Tailândia.

Para melhorar ainda mais a oferta, a Ford Índia incorporou ao propulsor a nova transmissão automática de 10 marchas, a mesma usada no Ford Mustang e também no Chevrolet Camaro 2019. Ou seja, agora o Endeavour terá um conjunto motriz muito superior em tecnologia e eficiência energética, podendo até futuramente receber uma versão com 238 cavalos, já vista no Edge ST-Line.

O alvo principal da Ford Endeavour 2019 é a Toyota Fortuner, que é a nossa conhecida SW4. Para enfrentar a japonesa, o SUV da marca americana ganhou faróis retocados, grade atualizada e para-choque dianteiro e traseiro com visual mais elegante, assim como rodas de liga leve aro 20 polegadas. Por dentro, a multimídia SYNC 3 com Google Android Auto e Apple Car Play, além de câmera de ré e navegador GPS integrado.

Ford Endeavour 2019 adota EcoBlue 2.0 com 180 ou 215 cavalos

O Ford Endeavour 2019 tem ainda alerta de colisão, controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência com detector de pedestres, alerta de ponto cego e faixa com correção, entre outros. Com o novo motor EcoBlue, o SUV ganha um reforço importante no mercado indiano.

Em termos globais, o propulsor recente amplia sua participação e pode chegar por estas bandas, visto que a maior eficiência energética deve substituir os motores mais antigos citados acima em diversos países, tornando o custo de produção destes mais alto por causa do suprimento global de peças. Além disso, como é um único motor, o custo de produção acabará sendo menor no EcoBlue 2.0.

Ainda não se sabe até onde o EcoBlue 2.0 pode chegar, mas por ora sabemos que atende as faixas entre 180 e 238 cavalos. Sem buscar um V6 diesel, apesar de usar o Lion na F-150, a Ford busca empregar um único propulsor fora dos EUA, enquanto o chamado Power Stroke da PSA funciona como opção menor nos states.

[Fonte: Gaadi Waadi]

© Noticias Automotivas. A notícia Ford Endeavour 2019 adota EcoBlue 2.0 com 180 ou 215 cavalos é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.