Volkswagen Polo GTS chega às concessionárias antes do lançamento

Fonte / Carsale.

Um dia após o Carsale publicar que o Volkswagen Polo GTS será lançado ainda em janeiro, uma fonte ligada à uma rede de concessionárias de São Paulo nos enviou fotos e confirmou que o hatch já está disponível em algumas lojas da capital paulista por R$ 103.440, preço com a pintura metálica cinza Platinum e sistema de som premium da marca Beats.

No entanto, o jornalista Jorge Moraes publicou neste sábado (4) que o Polo GTS custará a partir de R$ 89.700. Considerando os preços dos opcionais para as demais versões do Polo, o GTS com pintura metálica (R$ 1.570) e som Beats (R$ 2.400) sairia por R$ 93.680.

O jornalista ainda revelou que o sedã Virtus GTS terá preço base na faixa dos R$ 94 mil, chegando a R$ 98.400 com opcionais.

A lista de equipamentos de série deverá ser parecida com a da versão Highline 1.0 TSI (a partir de R$ 76.990), incrementada com os principais opcionais: painel digital configurável Active Info Display, central multimídia Discover Media com tela de 8 polegadas sensível ao toque, câmera de ré, sensor de chuva e faróis com acendimento automático.












Ambos serão equipados com o motor 1.4 turbo flex compartilhado com o sedã Jetta e o SUV T-Cross Highline, entre outros modelos da marca. O propulsor manterá os 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque, porém, com ajustes específicos no mapeamento da injeção direta de combustível e das respostas do acelerador. A única opção de transmissão é a automática de seis marchas.

Visualmente, a dupla adota o estilo do Polo GTI europeu. A dianteira recebeu para-choque com tomadas de ar redesenhadas e faróis full LED com uma faixa vermelha. Na traseira, o Polo conta com ponteira dupla de escape e spoiler sobre a tampa do porta-malas, enquanto o Virtus possui um pequeno aerofólio pintado de preto.

Diferentemente dos conceitos mostrados no Salão do Automóvel de São Paulo, em 2018, as rodas de 18 polegadas serão substituídas por um conjunto de aro 17”, o maior diâmetro homologado para Polo e Virtus no Brasil.

Por dentro, o toque da sigla GTS está no volante de base achatada e nos contornos em vermelho nas molduras das saídas do ar-condicionado. Os novos bancos, parcialmente revestidos de couro com encosto inteiriço e abas laterais mais envolventes, até remetem vagamente aos icônicos Recaro que equipavam os antigos Gol e Passat GTS (entre outros Volkswagen da época).