Land Rover, o ‘amigo do fazendeiro’, fez 70 anos

    Land Rover

    Tudo começou nas areias de uma praia no País de Gales. Foi numa baía à beira do mar que Maurice Wilks, designer da Rover, rabiscou no chão o esboço de um veículo concebido para ser um “amigo do fazendeiro”: um carro que fosse capaz de auxiliar nas atividades do campo, e eventualmente um substituto do cavalo. No ano seguinte, 1948, nascia o Land Rover, um veículo rústico, com tração 4×4 e carroceria de alumínio. Este ano a marca comemora 70 anos.

    INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

    + Novo Defender está pronto

    + Modelos da marca ganham motor flexível

    + Moto elétrica está na mira da empresa

    E, para celebrar, a Land Rover promoveu um encontro em São Paulo na última terça-feira. A expectativa da empresa era reunir 100 carros. Mas, apesar de ser um dia normal de trabalho, o evento contou com 116 veículos e muitos fãs da marca. Havia modelos das mais variadas épocas, do Land Rover Série 1 de 1949 ao recém-lançado Velar, passando por Range Rover, Discovery, Discovery Sport, Evoque…

    Ernesto Teplik Junior foi um dos presentes. Ele diz que já teve “três ou quatro” veículos da marca, e que o atual, um modelo Série 2A, de 1965, foi adquirido no Paraná: “Ele pertencia a um convento de freiras, e elas não sabiam como dirigi-lo”, afirma. A viagem de volta, entre Curitiba e São Paulo, onde mora, foi feita em 11 horas, informa Teplik, por causa das frequentes paradas: “Land Rover quebra, mas mesmo assim continua andando”, garante.

    Família cresceu

    Embora o Defender seja considerado o primeiro modelo da marca, o nome só foi adotado em 1990. Ele nasceu apenas como Land Rover. Em 1958, dez anos após o lançamento do veículo pioneiro, veio o Série 2. Em 1970 a marca apresentou o Range Rover, maior e mais confortável.

    Em 1971, foi lançado o Land Rover Série 3. O Discovery, terceiro modelo da montadora inglesa, chegou em 1989.

    O primeiro veículo da marca a adotar carroceria monobloco foi o Freelander, lançado em 1997. E, em 2005, a empresa britânica apresentou o Range Rover Sport, com teto mais baixo e o primeiro motor V8 turbodiesel da marca. O Range Rover Evoque foi lançado em 2010, tornando-se sucesso imediato, com suas linhas esportivas.

    O Defender teve a produção interrompida em janeiro de 2016, um ano antes da chegada do Range Rover Velar. Mas a história continua: o novo Defender deverá ser lançado no ano que vem.

    ‘É importante deixar cicatrizes’

    Para o empresário Ricardo Berg (à direita na foto acima), Land Rover é um “modelo de vida”. “Com ele, você vai chegar ao destino, mas sem pressa”, resume. Berg tem um Land Rover 49 com volante do lado direito. O modelo foi adquirido há 14 anos e, segundo ele, estava “arrebentado”. “Refiz todo o carro, mas acho importante manter algumas ‘cicatrizes’, arranhões que a vida deixa”, comenta. O empresário trabalha com restauração de veículos, mas diz que orienta seus clientes a manterem algumas dessas marcas na carroceria, porque normalmente elas trazem recordações de trilhas percorridas, por exemplo.