Lucro da Volvo cresce puxado pelo câmbio

 Companhia vendeu 148,9 mil caminhões de janeiro a setembro
REDAÇÃO AB
Os resultados da Volvo de janeiro a setembro deste ano foram beneficiados pela variação cambial no período. O lucro líquido do grupo sueco cresceu expressivos 122%, para € 1,75 bilhão. O resultado operacional da companhia avançou em proporção parecida, de 132% e chegou a € 2 bilhões. Além da vantagem cambial, a empresa destaca ter tido bons resultados nas operações na América do Norte e na Europa. Do lado oposto, a atividade se retraiu no Brasil e na China. O faturamento da empresa sueca cresceu 13,3% nos 9 meses do ano, chegando a € 24,8 bilhões. A alta, mais discreta, evidencia o resultado das vendas. As entregas de caminhões do grupo diminuíram 6%, para 148,9 mil unidades, as de máquinas de construção baixaram 27%, para 35,7 mil equipamentos. Já os negócios de ônibus cresceram, com alta de 28%, para 16,2 mil unidades. No relatório financeiro distribuído aos investidores, o CEO interino da Volvo, Jan Gurander, destacou que a performance do mercado global de caminhões até setembro estava em linha com as expectativas da companhia. O executivo destacou que a empresa estava pronta para o enfraquecimento dos negócios no Brasil e apontou que a Ásia, com exceção da China, permaneceu estável.
Fonte: Automotive Business