MAN paralisa produção de caminhões na Alemanha por 42 dias

MUNIQUE (Reuters) – O conglomerado industrial MAN AG vai interromper a produção de suas fábricas de caminhões na Alemanha por 42 dias durante a primeira metade do ano diante do desaquecimento da economia, disse a empresa nesta segunda-feira.

Os sindicatos de trabalhadores e as autoridades locais concordaram em reduzir as horas de trabalho nas unidades de Munique, Nuremberg e Salzgitter, disse um porta-voz da MAN à Reuters.

Cerca de 9,4 mil trabalhadores serão afetados pelas medidas. O porta-voz disse que não poderia informar se novas reduções de jornada irão acontecer no segundo semestre do ano.

A MAN afirmou em dezembro que a produção de suas linhas principais de caminhões seria 30 por cento menor em 2009 e que poderia interromper a produção entre 40 e 50 dias.

As ações da MAN estavam caindo 0,4 por cento, a 33,37 euros, nesta segunda-feira.

Em dezembro, a companhia alemã assumiu o controle da brasileira Volkswagen Caminhões e Ônibus por 1,175 bilhão de euros em dinheiro. A Volkswagen alemã é a maior acionista da MAN, com 29,9 por cento de participação no controle.

(Reportagem de Irene Preisinger)

Fonte: Reuters