Marchionne é cotado para liderar aliança Fiat-Chrysler

da Redação

Assim como ocorre com o brasileiro Carlos Ghosn, que lidera a aliança Renault-Nissan há pouco mais de uma década, o italiano Sergio Marchionne, atual CEO do grupo Fiat, é o candidato a presidir a união entre Chrysler e Fiat.

De acordo com rumores na imprensa norte-americana, a elevação de Marchionne ao posto tem o aval do presidente dos EUA, Barack Obama. O executivo terá então carta branca para indicar executivos de confiança para ocupar postos-chave na sede da Chrysler.

Fonte: Interpress Motor