Marchionne nega venda da Alfa Romeo a VW


O presidente da Fiat, Sergio Marchionne, reafirmou nesta quinta-feira, 21/10, sua negativa a proposta de compra da Alfa Romeo feita pela VW. O executivo afirmou que a marca permanece no grupo para passar por um processo de rentabilização, o que aconteceria com vendas superiores a 300.000 unidades por ano. Segundo o plano de Marchionne, este número seria atingido em 2013. Nos nove primeiros meses de 2010 a marca comercializou 80.000 carros.

Mercado dos EUA seria a salvação

Esta guinada nas vendas seria viabilizada com o retorno aos EUA, com o sedan Guilia. Além disso, a marca estaria trabalhando em um SUV em parceria com a Chrysler.

Fonte: Auto Estrada