Medo da crise pode levar preço do usado para baixo

Auto Informe | 18/11/2008 – 13h41

O medo da crise pode levar a uma queda do preço do carro usado. Algumas concessionárias estão jogando o preço lá para baixo para aceitar o usado como parte de pagamento do carro zero, com medo de empatar capital num bem que pode deixar de ter liquidez.
Isso é pura especulação, pois os preços dos carros usados ainda não sofreram queda brusca por conta da crise financeira. Pesquisa feita pela Agência Auto Informe em parceria com a Molicar, apurou queda de 0,94% em outubro. Foi a maior queda do ano, mas não é um número preocupante: é menos de 1%! No acumulado de janeiro a outubro a preço do carro usado caiu menos: 0,24%.

Então o que o consumidor deve fazer? “Dar” o usado para o vendedor ou adiar a compra para o ano que vem?

O mercado vive um momento de turbulência, por isso é difícil fazer previsões. Mas o melhor negócio, nesse momento, é vender o usado para um particular, onde é maior a chance de obter um valor próximo à cotação do mercado. Com o dinheiro, dar uma boa entrada na compra do zero, até porque, quem tem 40% ou 50% para dar de entrada num carro novo tem crédito fácil. Tem muita campanha na praça oferecendo facilidades no financiamento de carro zero para quem tem lastro.

O estudo AutoInforme/Molicar registra queda expressiva nos preços dos importados usados este ano. O segmento teve queda de 6,8% de janeiro a outubro, enquanto mos carros fabricados no Brasil apresentaram alta nos preços: + 1,4%.

Fonte: Webtranspo