Megainvestidor vende sua participação de 6,5% na Ford

da Efe, em Nova York

O megainvestidor armeno-americano Kirk Kerkorian, que tinha se tornado um dos maiores investidores da Ford ao comprar 6,5% do capital da companhia, anunciou nesta segunda-feira que se desfez de todos os papéis do grupo que permaneciam em seu poder.

A Tracinda, empresa de investimentos pertencente a ele, concluiu hoje a venda do que lhe restava na Ford, ou seja, 6,1% do capital da montadora.

Leia a cobertura completa da crise nos EUA
Entenda a evolução da crise que atinge a economia dos EUA
Veja os países e instituições financeiras afetados diretamente pela crise

Em outubro, quando a crise do setor automotivo já havia explodido, a Tracinda comunicou às autoridades a venda de 7,3 milhões de ações da Ford. Além disso, anunciou que paulatinamente iria se desfazer de sua participação na empresa, que na época totalizava 134 milhões de títulos.

Com as vendas, o empresário, 91, encerra um ciclo em sua longa relação com o setor automotivo. Em 2006, Kerkorian chegou a tentar comprar a General Motors, o maior fabricante americano de automóveis, chegando a possuir 10% da companhia. Em 1998, Kerkorian também já tinha tentado comprar o Grupo Chrysler, finalmente adquirido pela alemã Daimler-Benz.

Nesta segunda-feira, as ações da Ford caíram 3,06% em Nova York, para US$ 2,22. Em abril, os títulos chegaram a ser negociados a US$ 8,79.

Fonte: Folha online