Mercado fecha o primeiro trimestre em alta

                                             José Antonio Leme

Na reunião mensal da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), o presidente em exercício Cledorvino Belini apresentou os números relativos ao mês de março e também em relação ao fechamento do primeiro trimestre de 2011, que mostrou melhora no mercado e serviu inclusive para aumentar a previsão de vendas do ano todo.

Os números do mês de março mostraram relativa queda na produção e no licenciamento se comparado ao mesmo mês do ano passado, onde foram produzidos 339,8 mil contra 319,4 mil neste ano, bem como os licenciamentos ficaram em 306,1 mil ante os 353,7 mil veículos licenciados em 2010. Se comparado ao mês de fevereiro deste ano, março obteve 11,7% de aumento nos números de licenciamentos, pulando de 274,2 para 306,1 veículos. Em compensação houve retração de -13,5% em comparação ao mesmo mês de 2010, onde foram licenciados 353,7 mil veículos contra 306,1 mil neste ano.

Belini disse que essa retração tem dois fatores bastantes consideráveis, o primeiro é que neste período do ano passado as montadoras estavam trabalhando a todo potencial para criar o estoque que não havia depois da crise econômica de 2008/2009 e o segundo deles é a recente restrição de financiamento que mexeu e deve continuar mexendo com as vendas de veículos em 2011.

Apesar disso tudo a previsão de vendas em 2011 continua otimista e teve inclusive um aumento nos resultados para o mercado interno com 5% a mais do que era esperado até a última reunião no início de março. Em relação as exportações, a previsão para 2011 teve queda de -3,4% e assim vem sendo desde 2005, onde a balança comercial de carros exportados contra carros importados tem se mantido negativa e em retração ano após ano, resultado da avalanche de importações que tem tomado conta do Brasil nos últimos anos

Fonte: Car Magazine