Mercedes-Benz estende programa de demissão voluntária em SBC

  E General Motors prorroga layoff de 819 funcionrios em So CaetanoREDAO ABA Mercedes-Benz prorrogou o programa de demisso voluntria PDV na fbrica de So Bernardo do Campo SP at o dia 27 deste ms. A montadora j havia aberto no ms passado um PDV em maro com prazo at o dia 31, mas decidiu reabrir o programa provavelmente pela baixa adeso. A medida serve para reduzir o excedente de funcionrios na unidade, calculado em 1,2 mil trabalhadores, segundo a prpria empresa. Para atrair mais adeses, a montadora elevou o pacote de benefcios: no ms passado, a oferta era de pagamento de R$ 28,5 mil, pagos independentemente do tempo de casa para cada funcionrio que aderisse ao programa voluntariamente. Se o metalrgico j estivesse em layoff – com contrato suspenso – seriam mais R$ 6,5 mil. No PDV atual, aberto at o dia 27, o valor sobe para R$ 11,5 mil, alm do fixo. A Mercedes-Benz no informa o nmero de adeses, mas possui 715 operrios em layoff, com retorno previsto para o dia 30 de abril. A deciso de estender o prazo do PDV se deve estagnao do mercado de veculos comerciais pesados, cujas vendas caram 36,6% no primeiro trimestre na comparao com igual perodo de 2014.GENERAL MOTORS Por sua vez, a General Motors prorrogou o retorno dos 819 trabalhadores da fbrica de So Caetano do Sul, tambm no ABC Paulista, afastados por meio de layoff, quando o funcionrio tem a suspenso do contrato de trabalho. O retorno, que estava marcado para a ltima sexta-feira, 10, passou para o dia 10 de junho. A deciso tambm se deve ao excedente de mo de obra na unidade, uma vez que o mercado segue em baixa: a GM registrou queda de 18,7% das vendas no primeiro trimestre sobre mesmo perodo do ano passado. Os custos dos prximos dois meses de afastamento sero arcados apenas pela GM, isto porque o prazo legal do layoff de at cinco meses, perodo que os trabalhadores recebem R$ 1.304 do FAT, Fundo de Amparo ao Trabalhador, vinculado ao governo, enquanto a montadora paga uma complementao at o valor integral do salrio. Em novembro do ano passado, a GM afastou 850 funcionrios e em janeiro colocou mais 100 em layoff
Fonte: Automotive Business