Mercedes Classe S terá 4 cilindros

Mercedes-Benz S 250 CDI BlueEFFICIENCY       Pela primeira vez em 60 anos de trajetória do modelo, sedã grande de luxo receberá propulsor do tipo

César Tizo – foto: divulgação

A corrida por modelos menos poluentes é uma realidade e afeta todos os segmentos, de compactos até superesportivos. Agora é a vez da Mercedes-Benz promover um feito inédito em seu sedã top de linha: pela primeira vez em sua história de 60 anos dentro do portfolio da empresa, o Classe S receberá um propulsor 4 cilindros.
A nova versão, chamada S 250 CDI BlueEFFICIENCY, é caracterizada pela fabricante como “o sedã de luxo mais econômico do mundo”. Seu motor 2.2 a diesel conta com injeção direta common-rail de quarta geração, que pulveriza o combustível na câmara de combustão com pressão de 2.000 bar. Além disso, combina compressor para baixas rotações e turbo para altas rotações com o objetivo de desenvolver 205 cv e 50,9 kgfm de torque máximo disponível entre 1.600 e 1.800 rpm.

Segundo a Mercedes, o S 250 acelera de 0 a 100 km/h em 8s2 e atinge máxima de 240 km/h, números que não deixam a desejar em um veículo desse porte. Para prevenir vibração excessiva do bloco e eventual desconforto aos passageiros, a fabricante também equipou o sedã com um sistema dinâmico que altera a rigidez do conjunto de fixação do propulsor conforme suas rotações, velocidade e carga do carro. A nova versão foi concebida principalmente para países que oferecem incentivos a automóveis menos poluentes, com tributos baseados no nível de emissões, tais como França, Reino Unido e Holanda.
Fonte: Carro Online