Mercedes terá GLA e mais três novidades ainda em 2014

 Marcelo Moura 

SUV estreia no mês que vem. Marca terá outros nove lançamentos até 2016

A Mercedes-Benz tem uma meta clara para os próximos anos: deixar as rivais BMW e Audi para trás e ser a líder do segmento premium no Brasil até 2020. Com 7.811 veículos vendidos no acumulado no ano média de pouco mais de 1.100 carros por mês, a marca amarga a vice-liderança para a BMW 8.110 unidades emplacadas. A previsão é de que cerca de 11 mil carros sejam vendidos esse ano.

Para 2015 a estimativa é mais ambiciosa: 18 mil unidades emplacadas. O salto nas vendas passa diretamente por uma grande renovação e ampliação da linha de modelos nos próximos meses. Em evento realizado ontem 13 em São Bernardo do Campo, Dimitri Psillakis, diretor de vendas da Mercedes no Brasil, anunciou que o jipinho GLA será uma das atrações da marca no Salão do Automóvel, em São Paulo, e será lançado no próximo mês.

Além do rival de BMW X1 e Audi Q3, a Mercedes terá mais três novidades até o final do ano. Em novembro será a vez do novo sedã CLS e do C 180 Station – a versão perua do novo Classe C –, enquanto para dezembro está programada a chegada do GLA 45 AMG, a versão mais apimentada do crossover.

Os lançamentos continuam em 2015: em março a estrela será o sedã esportivi C63 AMG. Em seguida virão Classe B, S Coupé e ML Coupé todos com lançamento previsto no Brasil no ano que vem, mas ainda sem data definida. Fechando a lista está o C Coupé, que desembarca no País em algum momento de 2016.

Segundo apurado por C/D, a Mercedes também confirma que apostará em motores flex em breve, mas a novidade ainda não tem data de lançamento estimado. A iniciativa é uma tentativa de acompanhar o ritmo da BMW, que já conta com quatro modelos flex no Brasil: 320i, 328i, 125i M Sport e X1sDrive20i.

 

Fonte: CarDriver