México supera o Brasil em produção

País fabricou volume recorde de 3,21 milhões
de unidades em 2014

REDAÇÃO AB

O México ampliou em 9,8%
sua produção de veículos em 2014 e superou o Brasil no ranking de
maiores fabricantes globais, com 3,21 milhões de veículos, subindo para a
sétima colocação. As informações foram divulgadas pela Amia, associação das
montadoras instaladas no país. Até então a produção brasileira liderava os
volumes da América Latina, mas, com a queda de 15,3% no ritmo das linhas de
montagem nacionais no ano passado, o posto foi perdido.

As exportações mexicanas, que também atingiram recorde em 2014, fazem inveja a
qualquer país com a ambição de se tornar um fabricante global. Foram exportados
2,64 milhões de veículos, 82% do total fabricado ali, com a maior parte
destinada aos mercados sócios do Nafta Estados Unidos e Canadá e países
asiáticos, além de outra parcela menos significativa embarcada para o Brasil.
Enquanto isso, as vendas internas do país permaneceram menos expressivas, com
1,13 milhão de carros. Ainda assim, o patamar é 6,8% superior ao de 2013.
“O crescimento que tivemos em produção e exportação é espetacular”,
avalia Eduardo Solís, presidente da Amia.

O crescimento da fabricação de veículos no país recebeu impulso extra com o
início da operação de três novas plantas, Nissan, Honda e Mazda, além da
expansão de unidades já existentes. Com o resultado de 2014, o México conclui
um ciclo de 10 anos em que praticamente duplicou a produção. Atualmente saem
das linhas de lá cerca de 19% do total fabricado na América do Norte. Essa
participação pode aumentar para 27% até 2020 com a entrada em atividade de
quatro fábricas previstas para o período: BMW, Audi, uma planta fruto de
parceria entre Mercedes-Benz e Infiniti/Nissan e uma unidade da Kia.

 

 

Fonte: Automotive Business