Michelin apresenta rodas e pneus do futuro


A Michelin decidiu destacar no Salão do Automóvel de Detroit, de 11 a 24 de janeiro, os pneus do futuro. Entre as novidades estão o EV Concept, desenvolvido especialmente para veículos elétricos, e o Active Wheel, um sistema que inclui as funções de tração e de suspensão, ambas elétricas, integradas na roda.

As novas tecnologias contribuirão com a redução do impacto dos veículos ao meio ambiente e pretendem integrar design, arquitetura e tecnologia para acompanhar as inovações da indústria automobilística.

O EV Concept Tire, em fase de protótipo, promete aumentar a distância percorrida entre as recargas de bateria, por conta da redução da sua resistência de rolagem. Isso se dá pelo seu diâmetro longo e por ser mais estreito. Esses atributos fazem com que a roda gire menos vezes, minimizando a deformação e o aquecimento, com consequente economia de energia.

As equipes de pesquisa de desenvolvimento da Michelin buscaram uma dirigibilidade mais silenciosa e confortável, graças à ausência de peças mecânicas em movimento e à escultura inédita da banda de rodagem, com sulcos longitudinais longos e estreitos.

A Michelin utilizou as últimas tecnologias na fabricação de pneus com componentes de sílica e criou um design específico para uso urbano, característica particular dos veículos elétricos.

Outra inovação em exposição no Salão de Detroit é o sistema Active Wheel, demonstrado no carro-conceito Venturi Volage. Com esta tecnologia todos os componentes essenciais integram a roda, eliminando a necessidade de motor no capô dianteiro ou traseiro, suspensão tradicional, elementos de transmissão ou caixa de marchas.

A Michelin entende que o Active Wheel inaugura uma nova era para o automóvel, em que desempenho, segurança, economia de combustível e respeito ao meio ambiente atingem níveis jamais vistos. A energia utilizada para alimentar o motor integrado à roda é sempre elétrica, sem a emissão de gases de efeito estufa e com mecanismos de transmissão elétrica totalmente silenciosos.

A empresa desenvolve rodas motorizadas em parceria com Peugeot, Renault e Heuliez, entre outras montadoras. Para carros elétricos que não têm sistema de suspensão elétrica o Active Wheel pode ser utilizado no eixo frontal ou anterior.

Fonte: Automotive Business