Mini revela informações da linha 2011

Mini Cooper Clubman                          Marca confirma novo motor diesel na configuração SD; kit Works oferece novidades

Márcio Murta

Após surgirem especulações internacionais sobre uma nova configuração diesel do Mini Cooper, chamada SD, a marca de origem inglesa confirmou as expectativa, nesta quarta-feira (2). Junto com a nova motorização, a empresa também divulgou os dados da linha 2011 de seus veículos, que estará exposta no Salão de Genebra, Suiça, cujas portas serão abertas ao público entre os dias 3 e 13 de março.

De acordo com a Mini a nova motorização possui bloco de alumínio com 2 litros de deslocamento, injeção de combustível direta com 1.600 bar de pressão e turbo com geometria variável (o que ajuda a gerar torque tanto em baixas quanto altas rotações). O propulsor é capaz de produzir 143 cavalos de potência a 4.000 rpm e 31 kgfm de torque entre 1.750 rpm e 2.700 rpm.

Quando equipada no Mini Cooper, o novo propulsor é capaz de acelerar o modelo aos 100 km/h em 8s1 e levá-lo à velocidade máxima de 215 km/h, enquanto o consumo médio combinado é de 23,2 km/l e a emissão de CO2 é de 114 g/km. A nova configuração SD também será disponibilizada para o Cooper Clubman, Cooper conversível e Countryman, no exterior.

Kit Works

A Works, divisão esportiva da Mini, também apresenta novidades para a linha 2011. Acessórios visuais, como rodas de aro 17” ou 18”, kit aerodinâmico e componentes para aprimorar a performance passarão a ser oferecidos como opcionais para o Cooper e Cooper conversível, que contam com motorização 1.6 16V aspirada – até então todos os acessórios Works estavam disponíveis exclusivamente para a linha Cooper S, que conta com motor sobrealimentado por turbo.

Os componentes de alto desempenho incluem novo gerenciamento eletrônico para o DTC (controle de tração), DSC (controle de estabilidade) e mesmo o EDLC (diferencial com escorregamento eletronicamente limitado da empresa). O interior dos modelos também receberá tratamento da linha esportiva, opcionalmente.

Para a linha Cooper S 2011 o pacote Works também adiciona novo gerenciamento eletrônico do motor, sistema de escape de alta performance e filtro de ar com vazão aprimorada, o que faz com que a potência do compacto seja elevada de 180 cv a 5.700 rpm para 200 cv na mesma rotação, enquanto o torque é elevado de 25,5 kgfm entre 1.250 rpm a 5.000 rpm, para 27.5 kgfm entre 1.800 rpm a 5.000 rpm.

Com o pacote de alta performance, o Cooper S é capaz de acelerar aos 100 km/h em 6s8, antes de atingir a velocidade máxima de 234 km/h, afirma a marca. Nenhuma informação foi divulgada sobre o preço dos modelos e equipamentos. Confira as fotos da novidade acima.
Fonte: Carro Online