Mitsubishi: BRIC é prioridade

Mitsubishi Colt
Fabricante japonesa busca obter crescimento com compacto inédito de baixo custo

César Tizo

Em entrevista ao Automotive News Europe o presidente mundial da Mitsubishi, Osamu Masuko, revelou uma informação interessante aos brasileiros: a marca trabalha em um compacto inédito, ainda sem nome definido, pensado exclusivamente para os mercados emergentes, especialmente o dos países do BRIC, grupo de países com características econômicas semelhantes composto por Brasil, Rússia, Índia e China.
O modelo, cuja meta da Mitsubishi é que ele custe por volta de um milhão de ienes (cerca de R$ 20.300), deverá ter motor entre 1.0 e 1.2 l e um volume de produção de 400.000 a 500.000 unidades por ano para explorar os mercados em questão. “Está claro que produzir 200.000 unidades desse carro na Tailândia não será suficiente, contudo o plano de uma segunda unidade fabril ainda não foi determinado”, declarou Masuko.

Em uma análise, o Automotive News Europe aponta a China como o local mais provável para abrigar uma das linhas de montagem desse automóvel. Pela motorização citada, ele deverá ser menor que o Colt, hatch que já oferecido no Brasil na década de 1990 e atualmente é comercializado, majoritariamente, na Europa e Japão.

Interessante é que o foco nos mercados em desenvolvimento, como o brasileiro, demonstra uma clara mudança nos rumos da Mitsubishi, tradicionalmente orientada para a fabricação de utilitários, carros esportivos e sedãs, e que agora também deverá investir em veículos menores e mais eficientes. Gostou da matéria? Quer saber mais sobre o mundo automotivo e seus lançamentos, comparativos e segre

Fonte: Terra Carro Online