Mohave é um ´europeu´ feito na Coréia

Confira como anda o utilitário-esportivo da Kia que estará à venda no Brasil em janeiro por cerca de R$ 160 mil

Luís Felipe Figueiredo – O Estado de S.Paulo

Se alguém tapasse os símbolos da Kia em seu novo utilitário-esportivo Mohave, seria fácil pensar tratar-se de um modelo feito na Europa ou nos EUA, país que criou esse tipo de carro. O jipão sul-coreano foi mostrado no Salão do Automóvel e estará à venda em janeiro por a partir de R$ 160 mil.

Serão três motores: V6 3.8 e V8 4.6, ambos a gasolina, e V6 3.0 a diesel. Chamado de Borrego – carneiro que vive no parque de Anza-Borrego, na Califórnia (EUA) – em seu país de origem e outros mercados, ele mostra que a fabricante evoluiu bastante no padrão de mecânica, dirigibilidade, desenho e acabamento. Está bem próxima das concorrentes ocidentais, que têm rivais mais caros.

Com 4,88 metros de comprimento e 2,89 m de entreeixos, além do jeitão mais urbano que off-road, o Mohave mira em Audi Q7 3.6 V6 (R$ 278 mil), Mercedes-Benz ML, a R$ 289.900 tanto a diesel quanto a gasolina, BMW X5 (R$ 301 mil na versão 3.0) e Volvo XC90 3.2 V6, por R$ 209 mil. Só o “irmão” Hyundai Veracruz está na mesma faixa, a R$ 175 mil.

Avaliamos a versão de entrada, V6 3.8, que tem potência de 275 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 36,9 mkgf a 4.400 giros. O Mohave exibe desempenho convincente para seu porte. Moderno, tem suspensão independente nas quatro rodas, que filtra bem as irregularidades do piso e isola o habitáculo. Em curvas o mantém seguro.

O câmbio é automático, com trocas seqüenciais pela alavanca. Na versão avaliada, tinha cinco marchas (nas demais, seis). As trocas são suaves, embora perceptíveis, e a caixa permite rodar a 120 km/h com o conta-giros marcando 2.200 rpm. De série, o Mohave oferece tração 4×4 com reduzida acionada por botão no painel.

Por dentro há sofisticações como partida por botão, ar-condicionado digital com duas zonas de resfriamento, ajustes elétricos para bancos e volante e detalhes de alumínio.
Fonte: O Estado de São Paulo