Montadoras dos EUA pagam para funcionário pedir demissão

Planos incluem vales para a compra de carros e dinheiro vivo.
GM e Chrysler estão sob pressão para alcançar metas de cortes.

Da Reuters

Daigo Oliva/G1
Chrysler e GM precisam reduzir folhas de pagamento e os seus estoques (Foto: Daigo Oliva/G1)A General Motors e a Chrysler estão oferecendo uma nova rodada de incentivos para trabalhadores que aceitem se aposentar ou demitir, o que inclui vales para a compra de carros e dinheiro vivo. O objetivo das empresas é reduzir a sua folha de pagamento e os seus estoques.

A GM oferece aos seus funcionários que recebem por hora um cheque de US$ 20 mil e um vale de US$ 25 mil para a compra de um veículo, disse um sindicalista do setor nesta segunda-feira (2).

A GM, maior indústria automobilística dos EUA, não quis comentar a notícia.

O programa de Chrysler oferece aos trabalhadores em condições de se aposentar um valor de US$ 50 mil e um voucher de US$ 25 mil para a compra de um veículo da empresa, segundo uma pessoa com conhecimento direto das ofertas.

Funcionários que optarem por deixar a Chrysler sem direito a plano de saúde para aposentados recebem um bônus de US$ 75 mil, além do vale de US$ 25 mil para o carro, segundo essa pessoa.

A GM notificou os sindicatos do plano na segunda-feira (2), segundo o sindicalista, acrescentando que o governo dos EUA impôs certas restrições, como o uso de fundos de pensão para pagar os benefícios.

Dois outros sindicalistas ligados à GM disseram ter sido informados sobre o programa de estímulo a demissões, mas ainda não receberam detalhes.

Tanto a GM quanto a Chrysler estão sob pressão para alcançar certas metas de cortes, o que inclui gastos com folhas de pagamento e reestruturação de dívidas, até 17 de fevereiro. As exigências constavam na ajuda emergencial concedida pelo governo às duas empresas.

A Chrysler disse em nota que a situação do mercado automobilístico dos EUA levou a empresa a oferecer uma nova rodada do pacote de estímulo a demissões ou aposentadorias para seus funcionários sindicalizados.

“Diante das condições econômicas e mercadológicas difíceis nos EUA, a Chrysler LLC determinou em dezembro de 2008 que iria oferecer uma outra fase dos Programas Especiais”, disse Shawn Morgan, porta-voz da empresa. “O período de escolha para a maioria dos empregados qualificados e não-qualificados que ganham por hora é entre 2 e 25 de fevereiro.”

Fonte: G1 Globo Online