Montadoras ´forasteiras´ dominam os holofotes do evento

O Estado de S.Paulo

– Se as montadoras dos Estados Unidos se voltam para a eletricidade em Detroit, as não-americanas mostram um toque de liberdade na feira. Principalmente as alemãs, cujas estreias mais importantes são de esportivos. Há desde o “humilde” Volkswagen BlueSport ao superlativo Mercedes-Benz SLR McLaren Stirling Moss, uma série especial de 650 cv que já foi mostrada por Autos.

O conceito da Volks se destaca pelo motor central 2.0 a diesel de 180 cv, que permite rodar 21 km/l na estrada e é capaz de acelerar o roadster de 0 a 100 km/h em 6,6 segundos, conforme informações da fabricante.

Da BMW, o destaque é a nova geração do Z4. A Audi brilha com o Sportback Concept, que antecipa as linhas do A7 (rival do Mercedes-Benz CLS), e com a versão V10 5.2 de 525 cv do R8.

O sueco Volvo S60, ainda conceitual, antecipa como ficará o sedã médio em 2010. O pequeno, mas valente motor, é 1.6 a gasolina de 180 cv.

A eletricidade também surge forte entre as japonesas. Seus maiores destaques são as novas gerações dos híbridos Honda Insight e Toyota Prius.

Jaguar XKR

A versão “brava” do cupê inglês tem visual renovado e motor V8 5.0 com compressor mecânico que rende 510 cv. Ele equipa outra estreia da marca em Detroit, o XF-R. O carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,8 s.

Honda Insight Hybrid

Concorrente direto do Toyota Prius, híbrido mais vendido do mundo, esse japonês se inspira no rival até nas linhas. Seu motor a combustão, um 1.3 de 99 cv a gasolina, é combinado a outro elétrico, que gera 14 cv.

Mercedes-Benz Bluezero

Dando ideia de como será o visual da próxima geração do Classe B, o carro-conceito alemão conta com três versões de propulsão: só elétrica, outra com pilha a hidrogênio e uma elétrica de autonomia estendida.

Mini Cabrio

A marca controlada pela alemã BMW promove a estreia global da versão aberta da segunda geração do clássico inglês. Um marcador que conta as horas rodadas com a capota abaixada está entre os destaques.

Subaru Legacy

Trata-se de outro conceito que antecipa o desenho da nova geração do veículo da marca japonesa. O visual contemporâneo exibe mais esportividade do que todas as encarnações anteriores do sedã juntas.

Audi Sportback

O conceito alemão dá dicas de como ficará o A7, a resposta da marca ao cupê CLS, da conterrânea Mercedes-Benz. Sob o capô está o motor 3.0 V6 a diesel de 230 cv. Ele foi eleito o protótipo mais bonito da feira.
Fonte: O Estado de São Paulo