Montadoras projetam 5º recorde seguido em vendas de veículos em 2011

                                             TATIANA RESENDE
DE SÃO PAULO

Apesar das restrições de crédito ao setor automotivo anunciadas na sexta-feira passada (3) pelo governo federal, a Anfavea (associação das montadoras) prevê um crescimento de 5,2% nas vendas de veículos em 2011, na comparação com 2010.

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira, os licenciamentos devem atingir 3,63 milhões de unidades licenciadas no país.

Se o número se concretizar, será o quinto ano consecutivo de recorde nos emplacamentos.

Para a produção, a estimativa é de um acréscimo mais modesto, de 1,1%, para 3,68 milhões de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões –também atingindo uma nova marca pela segunda vez consecutiva.

Já a estimativa para as exportações é de queda de 6,4%, totalizando 730 mil. Essa redução deve acontecer devido à valorização do real ante o dólar, na avaliação do presidente da entidade, Cledorvino Belini. “O fortalecimento do real é preocupante”, disse, ressaltando a necessidade de aumentar a competitividade da indústria automotiva local dentro do cenário global.

A associação também divulgou as previsões para este ano, após anunciar o resultado até novembro.

A estimativa é vender 3,45 milhões de veículos, o que representa uma alta de 9,8% ante 2009.

Para Belini, as medidas do governo não vão afetar as vendas de dezembro e devem ser transitórias já que miram o controle da inflação.

A Anfavea também projeta expansão de 14,4% para a a produção, para 3,64 milhões de unidades, e 64,2% para as exportações, elevando o patamar atual para 780 mil automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões.

Fonte: Folha Online