Museu automobilístico americano recebe doação de R$ 160 milhões

                                             foto de divulgação

Museu tem exposições permantes e mostras especiais

O Petersen Automotive Museum, localizado em Los Angeles, no estado americano da Califórnia, acaba de receber uma doação de US$ 100 milhões (aproximadamente R$ 160 milhões). Segundo diretores da instituição, o valor recebido garante, na prática, a manutenção permanente do museu no futuro.
O Petersen Museum foi fundado pelo editor de revistas Robert E. Petersen, cuja carreira como empresário da imprensa iniciou com a introdução do Hot Rod Magazine, em 1948. Petersen, que chegou a publicar 36 revistas mensais, abriu o museu em 1994 e o dirigiu pessoalmente até sua morte, em 2007, aos 80 anos de idade.

O museu fica num prédio de quatro andares e, além de sua coleção permanente, costuma promover mostras temáticas, além de realizar promoções especiais para crianças e famílias. Em média, recebe cerca de 150 mil visitantes por ano.

A doação foi feita por Margie Petersen, viúva do fundador do museu, e pela Margie & Robert Petersen Foundation, fundação criada pelo casal para apoiar instituições culturais e de caridade. Além de dinheiro, o presente ao museu inclui as instalações onde ele está instalado – um prédio e estacionamento que ocupam um quarteirão -, e uma importante coleção de automóveis reunida por Robert Petersen durante sua vida.

A direção do museu vai usar parte da verba recebida para realizar algumas obras de melhoramento e criar uma grande biblioteca sobre o automóvel e seu mundo, voltada para pesquisas. O acervo vai incluir, além de livros, fotografias, filmes, material de publicidade e manuais técnicos.

Junto à biblioteca, o subsolo do museu terá um teatro para conferências e seminários e mais uma área para abrigar exposições de carros.

JM

Fonte: Auto Estrada