“Não há estigmatização” contra Renault em sindicância, diz ministro francês

 Do EstadãoA Renault é uma das diversas montadoras investigadas por autoridades antifraude francesas após o escândalo das emissões de gases estufa da Volkswagen, disse hoje o ministro da Economia da França. Emmanuel Macron.Segundo Macron, o escritório antifraude está analisando se os fabricantes de automóveis informaram corretamente seus clientes, um desenvolvimento normal do caso envolvendo a montadora alemã. “Não há nenhuma estigmatização específica contra a Renault”, disse o ministro, que participava de um evento em Berlim. Ele se recusou a dizer se outras montadoras também foram inspecionadas, restringindo-se a comentar que a investigação era confidencial.As ações da Renault chegaram a cair mais de 20% após a notícia de que as instalações da empresa estavam sendo inspecionadas. No final, os papéis da montadora fecharam em queda de 10,285.Segundo a empresa, a atual sindicância visa “comprovar” os resultados de uma primeira investigação feita em outubro pelo Ministério dos Transportes e do Meio Ambiente, que não detectou nenhuma evidência de que a montadora tenha fraudado suas emissões. Fonte: Dow Jones Newswires.
Fonte: Diário do Grande ABC