New Beetle: O grande líder entre os especiais

O modelo da Volkswagen deve vender menos este ano, mas continua reinando no segmento de carros diferenciados. Ele atrai os mais velhos, apaixonados por Fusca, mas seu principal público consumidor tem menos de 35 anos.

Alzira Rodrigues – DCarro – 26/4/2009 – 18h36

Líder no chamado segmento de carros diferenciados, o New Bettle deve continuar reinando este ano apesar da recente chegada ao mercado brasileiro do smart Fortwo e do Mini. O primeiro até vai custar um pouco menos, a partir de R$ 57,9 mil, mas a Volkswagen não o considera um concorrente direto. O Mini, por sua vez, está numa faixa superior de preço, acima de R$ 92,5 mil, com projeção de vendas para 2009 de 600 unidades, volume inferior às 900 que o New Beetle já acumulou ao longo do primeiro trimestre deste ano.

Importado do México e, portanto, isento do Imposto de Importação por conta do acordo bilateral entres os dois países, o carrinho da Volkswagen está custando hoje entre R$ 62 mil e R$ 66 mil.

Em 2008, quando o dólar estava a R$ 1,70, chegou a ser vendido por pouco mais de R$ 50 mil, o que lhe garantiu vendas de 4.390 unidades no ano. Para 2009, as projeções são um pouco mais modestas. “Estamos estimando entre 3 mil e 3,5 mil unidades”, informa Fabrício Biondo, gerente-executivo de Planejamento de Marketing da Volkswagen do Brasil. De qualquer forma, é um número que não deve ser superado pelos concorrentes do segmento de carros diferenciados, que também inclui o Chrysler PT Cruiser, Volvo C30 e Mercedes B.

Na avaliação de Fabrício, o Mini vai ser um concorrente direto do New Beetle, por também ser um ícone e atingir um consumidor muito parecido. “Já o smart Fortwo é um carro prioritariamente urbano. Ele até pode ser usado em estrada, mas neste quesito o New Beetle e o Mini levam vantagem pelo tamanho e motorização” (veja matéria sobre os dois concorrentes do importado da Volkswagen na página 6).

Público – O New Beetle atrai prioritariamente dois tipos de consumidor. Os mais velhos, saudosistas e apaixonados por Fusca, adoram o modelo e o compram até como peça de coleção. Mas o público que predomina é o jovem, com até 35 anos, que gosta de ter um carro mais exclusivo. Muitos o têm como único automóvel, mas o compacto também é comprado como segundo ou terceiro carro da família, para uso dos filhos.

É comum se ouvir falar que o New Beetle é um carro de mulher. Fabrício, no entanto, diz que não é isto que os números mostram. “As vendas têm sido bem divididas”, garante. Entre os seus diferenciais, uma ampla oferta de cores (10 no total), incluindo vermelho, amarelo, verde, branco e dois tons de azul. Mas como estamos falando de Brasil, as mais procuradas são preto e prata.

Atraindo a atenção – O New Beetle é um carro agradável de dirigir, com bom desempenho na cidade e na estrada. Com motor 2.0, de 115 cavalos, é um modelo que ainda hoje, apesar de estar há dez anos no mercado, chama a atenção por onde passa. Testamos o New Beetle com transmissão manual de 5 marchas, mas ele também pode ser encontrado com câmbio automático de seis velocidades tiptronic.

Segundo a Volkswagen, o carro acelera de 0 a 100km/h em 10,9 segundos e atinge velocidade máxina de 185 km/h. O consumo, conforme dados do fabricante, é de 7,7 km/l na cidade e 13,5 km/l na estrada, com média de 11,4 km/l. A capacidade do tanque é de 55 litros.

O modelo que vem para o Brasil é bem completo e incorpora equipamentos importantes de conforto e segurança. Entre os itens de série, freios ABS, air bag duplo (motorista e passageiro dianteiro), air bag lateral (também para os usuários da frente), ar-condicionado, direção hidráulica, bancos dianteiros com ajuste de altura e sistema “easy-entry, brake-light e coluna de direção com regulagem de altura.

Também oferece descança-braço central dianteiro com porta-objetos, espelhos retrovisores externos com comando elétrico, farol de neblina, piloto automático, rádio CD Player com função MP3 e seis alto-falantes, relógio digital e indicador de temperatura externa, retrovi
Fonte: Diário do Comércio