Nissan demite na Europa para enfrentar crise

A montadora japonesa Nissan está demitindo mais de um quarto de seus funcionários na Espanha, em resposta ao que chamou na segunda-feira, 13, de “declínio dramático” das vendas de automóveis no país. A unidade espanhola da Nissan vai eliminar o terceiro turno e reduzir sua força de trabalho em cerca de 1.680 funcionários nas operações de Barcelona. Nessa fábrica, a Nissan produz picapes leves e de tração 4×4, atingidas mais duramente pela alta dos preços dos combustíveis, após o petróleo passar de US$ 140 o barril. São os cortes mais recentes de uma série anunciada por montadoras da Europa, que estão reduzindo a capacidade de produção para acompanhar a queda da demanda. O mercado europeu está estagnado. A fábrica de Barcelona produz o Pathfinder, o veículo utilitário esportivo da Nissan, e a picape Navara, cujas vendas caíram depois que os consumidores começaram a desprezar os veículos maiores, pressionados pelo aumento de combustíveis. A Nissan também tem duas outras unidades em Ávila e Cantabria, além de fabricar as picapes Cabstar e Atleon na Espanha. (Valor Econômico)

Fonte: Boletim Autodata