Nissan encerra comodato de táxis do elétrico Leaf no Brasil

Segundo a marca, cada táxi economizou mais de R$ 10 mil por ano em gastos com combustível, óleo lubrificante e filtro de óleoda Redação A Nissan encerrou o comodato de táxis do elétrico Leaf no Brasil, depois de quatro anos de experiência. De acordo com a marca nipônica, as 10 unidades que rodaram em São Paulo e as outras 15 que circularam pelo Rio de Janeiro andaram mais de 2,2 milhões de quilômetros com emissão zero de poluentes, o que evitou o lançamento de 13,6 toneladas de CO2 na atmosfera. Além disso, ainda segundo a Nissan, cada táxi Leaf proporcionou economia superior a R$ 10 mil por ano em gastos com combustível, óleo lubrificante e filtro de óleo. O Leaf será fabricado em Resende, no Rio de Janeiro, a partir de 2017, em regime CKD – os componentes são importados e a montagem é local –, com nacionalização prevista apenas para três anos depois, em 2020.
Fonte: UOL Carros / Motor Dream