Nissan inaugura primeira fábrica na Rússia

da France Presse, em São Petersburgo

A montadora japonesa Nissan abriu nesta terça-feira a sua primeira fábrica na Rússia, na presença do primeiro-ministro, Vladimir Putin, em uma aposta no mercado russo apesar da queda generalizada da demanda.

A fábrica, instalada nos arredores de São Petersburgo (noroeste do país), tem capacidade de produção anual de 50.000 veículos e empregará a princípio 750 pessoas.

A abertura das instalações, que custaram US$ 200 milhões, ocorre em um momento de crise para a indústria automobilística russa, marcada pela queda das vendas e pela paralisação da produção nas fábricas durante semanas.

O brasileiro Carlos Ghosn, presidente da terceira maior montadora japonesa de automóveis, disse que, apesar da crise, o mercado russo ainda tem um grande potencial.

“Nossa confiança no significativo potencial desse mercado apoiou nossa decisão de iniciar a produção local”, declarou.

Fonte: Folha de São Paulo Online