Nissan irá produzir o esportivo GT-R50, em edição limitada

    Nissan GT-R50

    A Nissan está disposta a colocar em produção o protótipo GT-R50. A intenção é fabricar artesanalmente apenas 50 unidades, e vender cada uma por 990 mil euros na Europa. O preço equivale a R$ 4,4 milhões, e não leva em conta impostos e opcionais.

    INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

    + Ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn ainda está preso

    + Elétrico Leaf está em regime de pré-venda no Brasil

    O modelo de produção deverá ser idêntico ao conceito desenvolvido em parceria com o estúdio Italdesign. Ele foi apresentado pela primeira vez no Festival de Goodwood, na Inglaterra, no início deste ano. A expectativa é que os compradores possam escolher as cores tanto externas como internas.

    “As reações dos fãs e potenciais compradores do GT-R50 ao redor do mundo excederam muito nossas expectativas”, disse o diretor global da divisão de carros esportivos da marca, Bob Laishley. “Esses 50 carros, que celebram os 50 anos do GT-R e também os 50 anos da Italdesign, representarão um tributo à liderança da engenharia da Nissan e à rica herança de modelos esportivos da marca.”

    Entregas a partir do ano que vem

    As entregas do GT-R50 deverão começar em 2019. A previsão é que os últimos exemplares cheguem a seus donos em 2020.

    Baseado no GT-R Nismo 2018, o GT-R50 traz diferenças na carroceria e também no estilo interno. Os amortecedores Bilstein são ajustáveis e os freios Brembo também foram especificados para o modelo.

    Da mesma forma, o motor passou por alterações. A potência foi elevada para 720 cv (dez a mais que no GT-R). O torque é de 79,5 mkgf.

    Desde ontem, 7 de dezembro, o esportivo está em exposição na Nissan Gallery, em Yokohama, no Japão.