Nissan Kicks será vendido primeiro no Brasil, mas vindo do México

 Por: Daniel Messeder O lançamento mais importante da Nissan brasileira desde que a marca se instalou no país não será exatamente nacional. Ou melhor, ao menos não no começo. Para cumprir o prazo de lançar o crossover Kicks durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em agosto, o modelo virá inicialmente do México para só depois ser produzido em Resende RJ.De acordo com um informante ligado à Nissan, a promessa de lançar o Kicks no Brasil antes de qualquer outro mercado no mundo está mantida, mas não haveria tempo hábil para produzi-lo localmente até agosto. “A produção começa no México, mas teremos o carro antes dos mexicanos”, explica, dando a entender que as primeiras unidades do crossover serão todas exportadas para o mercado brasileiro. Enquanto isso, a fábrica de Resende será preparada para receber a produção do modelo, cuja estreia da versão nacional deve acontecer no início de 2017.Desenvolvido sobre a plataforma de March e Versa, o Kicks será responsável não só por incluir a Nissan na briga de Honda HR-V, Jeep Renegade, Ford EcoSport, Renault Duster e afins, como também por inaugurar a nova linguagem de design da marca por aqui. Com linhas quase inalteradas em relação ao conceito mostrado no Salão de São Paulo em 2014, o crossover terá no estilo arrojado um de seus grandes trunfos – repare na coluna traseira recortada e no teto com pintura diferente da carroceria, por exemplo.Outra atração pode ser o preço. Oferecido somente com motor 1.6 flex mesmo do March e Versa, de 111 cv em versões manual e automática CVT sempre com tração dianteira, o Kicks deverá brigar na base do segmento, com valores na faixa do EcoSport e certamente abaixo de Renegade e HR-V.    

           
Fonte: UOL Carros